Porque Jesus não ressuscitou no Domingo!

“Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra”. (Matheus 12.40).

A maioria dos cristãos, em todo mundo, acredita que Jesus morreu em uma sexta-feira e ressuscitou em um domingo; utiliza este argumento para validar a observância do domingo, em vez do sábado. Podemos afirma que um dos efeitos da ressureição de Jesus no domingo foi à mudança do dia de descanso: “O próprio dia de descanso mudou a partir da ressureição de Jesus, acontecida no primeiro dia da semana, ou seja, no domingo”, afirmam alguns cristãos assim.

Mesmo que Jesus houvesse ressuscitado em um domingo, isto seria uma base para a guarda deste dia como dia de descanso? É claro que não! Em lugar nenhum na Bíblia, há alguma referencia a esta mudança. O quarto mandamento da lei de Deus nunca foi alterado.

Mostraremos neste artigo que Jesus não ressuscitou num domingo. Por isso, se o dia da ressurreição pode ser usado como base para legislar sobre o dia de descanso, este dia continua sendo o sábado.

Porque Jesus não ressuscitou no Domingo!

Semana antes a Morte de Jesus

Sexta – Feira: João 12.1; “FOI, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos”. Jesus saiu de Efraim e se dirigiu para Betânia. Isso ocorreu 6 dias antes da comemoração da Páscoa do Judeus, isto significa que a referida saída ocorreu no dia 9. O percurso entre Efraim e Betânia não poderia ser feito em senão em um dia comum de trabalho, em razão da distância, cerca de vinte quilômetros.

Sábado: Lucas 13.10,31-33; “E ensinava no sábado, numa das sinagogas.  Naquele mesmo dia chegaram uns fariseus, dizendo-lhe: Sai, e retira-te daqui, porque Herodes quer matar-te. E respondeu-lhes: Ide, e dizei àquela raposa: Eis que eu expulso demônios, e efetuo curas, hoje e amanhã, e no terceiro dia sou consumado. Importa, porém, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte, para que não suceda que morra um profeta fora de Jerusalém”. Jesus ensina numa sinagoga. Neste mesmo dia vamos encontra-lo participando de um banquete. De acordo com o costume judaico, o Senhor não teria prosseguido com Sua viagem no Sábado. No final daquele Sábado, Jesus foi informado de que Herodes procurava ocasião para mata-lo, e isso fez com que se retirasse dali com Seus discípulos para Jericó (Marcos 10.46,51-52). Porem, antes de sair, mandou dizer a Herodes que tinha uma agenda a ser cumprida, abrangendo três dias de intensa atividade e que só depois disso, seria consumado. Naquela noite, Jesus pousou na casa de Zaqueu, em Jericó.

Domingo – Primeiro dia da semana da morte: Matheus 21.1-11: “E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pomba”. Pela manhã do primeiro dia da semana, Jesus juntou-se á uma caravana de peregrinos vindo da região da Peréia, dalém do Jordão, e com eles entrou em Jerusalém, montado em um jumentinho. Nesse mesmo dia expulsou os cambistas do templo (Lucas 19.45-46). À noite, retirou-se para Betânia, onde pouso (Marcos 11.11). Chegava ao fim o primeiro dia da sua agenda de trabalhos mencionada em Lucas 13.31-3.

Segunda – Feira: Matheus 26.14-16; “Então um dos doze, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os príncipes dos sacerdotes, E disse: Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata, E desde então buscava oportunidade para entregá-lo”. Jesus voltou à Jerusalém na manhã de segunda-feira, dia 12 de Abibe, indo ao templo, onde ficou ensinando (os ensinos são os que estão em Matheus 21.23 a 25.46). Matheus registra que daqui a dois dias é a Páscoa. Ele ainda acrescenta que é nesse dia que o Filho do Homes será entregue para ser crucificado. Isto iria ocorrer no dia 14 de Abibe, numa quarta-feira, o último dos 6 deias de João 12.1 e também o último dos 3 dias mencionados em Lucas. Ainda nesse mesmo dia Judas procurou o príncipe dos sacerdotes para combinar o preço da traição.

Terça – Feira: Lucas 22.17-19; “E, tomando o cálice, e havendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós. Porque vos digo que já não beberei do fruto da vide, até que venha o reino de Deus. E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lhe, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim”.

Ao por do sol daquele dia Jesus mandou preparar o local dos preparativos da Páscoa que seria comido ao entardecer do dia 14 de Abibe. Jesus, porém, antecipou para noite do dia 13 (terça-feira), comendo assim a Páscoa com seus discípulos uma noite antes do normal. Depois se levantou da mesa e lavou lhe os pés e instituiu a Ceia do Senhor. Logo após anunciou a traição dando um bocado de pão a Judas que saiu para chamar os soldados, e era já noite. Jesus deu as últimas instruções aos Seus discípulos. Depois sai com eles para além do ribeiro de Cedrom, onde havia um horto e Judas, que o traia, também conhecia aquele lugar. Logo após, Judas chega com soldados, a coorte dos principais sacerdotes e fariseus, veio ali com lanternas e tochas e armas para prenderem a Jesus. Os discípulos fogem, deixando Jesus sozinho. Ainda nessa mesma noite, Ele foi levado perante Anás.

Que dia Jesus Morreu?

Jesus foi crucificado no dia 14 de Abibe, numa quarta-feira, e ressuscitou no dia 17 de Abibe, no sábado, momentos antes o por do sol. Agora vamos analisar as razões para acreditarmos nessa teoria.

É muito evidente que Jesus foi traído e preso na mesma noite em que ceou com seus discípulos. João escreve da seguinte forma em seu evangelho: “Ora, antes da festa da páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o pai…”. (João 13.1)

Em outar versão, lemos: “Faltava somente um dia para a Festa da Páscoa” (NVI). Nesta noite Jesus foi traído, preso e julgado pelo Sinédrio, e ao amanhecer, levado diante de Pilatos para também ser julgado. Na manhã desse mesmo dia, por volta da hora terceira (Nove da manhã), ele foi crucificado: “E desde a hora sexta houve trevas sobre toda a terra, até à hora nona”. Matheus 27.45.

De acordo com João 19:14; “E era a preparação da páscoa, e quase à hora sexta; e disse aos judeus: Eis aqui o vosso Rei”. Esse era o dia da preparação da Páscoa. Tal informação é importante. O dia da preparação da Páscoa era o dia que os cordeiros eram levados até o templo para serem mortos, a fim de serem comidos à noite.

A Páscoa era primeira festa do calendário judaico. Era celebrada todo ano, dia 14 do primeiro mês (abibe) ao entardecer (levíticos 23.5). Era exatamente neste dia que os cordeiros eram mortos, morreu no 14 de abibe, por ocasião da celebração da Páscoa.

“Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca”. Isaias 53.7-9.

Podemos analisar e afirmar, nesse ano, 14 de abibe caiu em uma quarta-feira. Isto é totalmente coerente a Bíblia, você entenderá o porquê.

Nesse dia, houve trevas sobre toda a terra, desde a hora sexta até a hora nona. Matheus 27.45. Jesus entregou seu espirito por volta da hora nona, isso quer dizer por volta das 15h00min. Horas despois, no cair da tarde desse mesmo dia, 14 abibe, foi sepultado, conforme dizem os evangelhos. Então, guarde esta informação; Jesus foi sepultado pouco antes do por do sol do dia 14 de abibe, uma quarta – feira.

Calendário Judaico

Para uma melhor compreensão do nosso estudo, compreenda que os Judeus computavam os dias começam pela noite, como está escrito no livro de Genesis 1.5; “E foi à tarde e a manhã, o dia primeiro”.  Então, o dia dos Judeus começa ao por do sol do dia anterior, nosso calendário segue a origem Grega, que foi adaptado pelos Romanos no primeiro século. Nosso dia começa a meia noite e finda na meia noite do dia seguinte.

morte de Jesus

Quando Jesus ressuscitou?

Sabemos que Jesus morreu numa quarta-feira, nossa pergunta agora é: Quanto tempo ele permaneceu no sepulcro? O Mestre mesmo responde esta questão.

O evangelista Matheus, traz – nos a revelação de Jesus bastante enfática: “Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra”.

O coração da terra é uma referencia à sepultura. Jesus deixou bem claro que ficaria três dias e três noites ali. Ele foi especifico. O texto de Jonas, que trata sobre a experiência do profeta, também é especifico: “Preparou, pois, o SENHOR um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe”. Jonas 1.17. Sendo assim, levando em conta que ele foi sepultado antes do por do sol da quarta-feira 14 de abibe, deveria ressuscitar, também antes do por do soldo dia 17 de abibe, em cumprimento a sua palavra.

O que nos baseia afirmar esta questão são três fatos simples:

1 – Eles expirou seu espirito na hora nona, cerca de 15:00, levando nos a entender que era a parte da tarde.

2 – Em seguida morte de Jesus José de Arimatéia foi ter com Pilatos para pedir o corpo de Jesus para sepulta-lo.

3 – Foi então o corpo preparado por Nicodemos e levado ao sepulcro ao por do sol da quarta feira 14 de abibe, Jesus deve ficar no sepulcro 3 dias e 3 noites.

Cristo esteve morto três dias e três noites inteiras. No final do sábado, quando as mulheres foram ao sepulcro de Jesus, ele já havia ressuscitado: “E, NO fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro… Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia”. (Matheus 28.1,6).

Agora preste atenção: os textos estão tratando do momento da ida delas ao sepulcro e não do dia da ressureição. Nenhum texto afirma que ele ressuscitou no domingo. Cremos que Jesus ressuscitou antes do por do sol do dia de sábado. Jesus ressuscitou momentos antes do findar do sábado. Para ter ficado 3 dias e 3 noites no coração da terra, ele foi colocado no tumulo momentos antes do por do sol de quarta-feira, momentos antes do por do sol de sábado 17 de abibe e Ele ressuscitou.

Porque Jesus não ressuscitou no Domingo!
4.3 (86.67%) 3 votes

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • Porque Jesus não res

Receba Estudos Bíblicos Grátis 

Coloque Seu Email no Formulário

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

6 Comentários

  1. tenho lindo as escrituras sagrada e muinto me intrigava essa questão da morte e ressurreição de jesus cristo na sexta feira e ressurreição no domigo. os tres dias nao conseguia me convenser essa contagem. Questionava sempre este assunto mas Deus clareou minha mente estudando em casa mesmo sem participar de nem um grupo religioso que concordace com esse estudo faco parte de uma denominação que contrario essa verdade mas a gracas a Deus conhecir a realidade

    • Heitor Ribeiro disse:

      Parabéns Oziel por sua procura e dedicação em conhecer a verdade sobre esses detalhes da palavra de Deus.

      Seja Abençoado em nome de Jesus

  2. Manuel Portugal Pires disse:

    http://biblia.com.br/joaoferreiraalmeidarevistaatualizada/mateus/mt-capitulo-28/
    1 No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.

  3. Hilario Filho disse:

    De acordo com o exposto acima Jesus morreu em uma quarta feira às 3 horas da tarde, e o dia termina às 17:59, logo passou-se o 1º dia. E, aí inicia-se o segundo dia, quinta feira. E, às 17:59 deste dia, termina a 5ª e um minuto após inicia-se o terceiro dia, sexta-feira, e sendo assim não entendi como Cristo ressuscitou no sábado.

    • Heitor Ribeiro disse:

      Graça e Paz Irmão.

      o Problema é a contagem da quarta. Verifique que a bíblia relata que Jesus morreu na hora nona, sendo assim por volta das 15:00, mais adiante verificamos que José de Arimateia pede para sepultar Jesus já ao por do sol. Verifique então que Jesus havia Dito: “Assim como o profeta Jonas ficou no frente do peixe 3 dias e 3 noites é necessário que o filho de Deus fique também no frente da terra.

      Então Jesus precisava ficar enterrado 3 dias e 3 noites;
      1º Noite quando ele é enterrado ao Por – do sol da quarta, então: Quarta após as 17:59 momento do sepultamento ou proximo do sepultamento.
      Quarta anoite ate quinta ao por do sol formam 1 noite e um dia quinta anoite até sexta ao por do sol formam 2 noite e 2 dias de sexta anoite até sábado antes do por-do-sol formam 3 noites e 3 dias.

      Veja que a bíblia informa que a finda do dia santo Maria Madalena foi ver Jesus e o mesmo não estava lá.

      Deus Abençoe espero ter ajudado